Ligue gratuitamente: (11) 2182-9214
Ligue Gratuitamente
(11) 2182-9214
×
1. O que é? 2. Sintomas 3. Autoavaliação 4. Diário de micção 5. A incontinência não é normal 6. Entendendo o organismo 7. Como funciona a bexiga 8. Quando visitar o médico 9. Que opções eu tenho? 10. Perguntas frequentes 11. Dicas e conselho

Informações úteis para pacientes com incontinência urinária:

FORTALEÇA SEUS MÚSCULOS.

Exercícios do assoalho pélvico são especialmente úteis para mulheres com sintomas leves. São fáceis de fazer: você deve enrijecer e relaxar os músculos que contraem quando você urina.


FALE COM SEU MÉDICO ABERTAMENTE.

O seu médico pode encaminhá-lo para um especialista que pode ajudar com o tratamento que você precisa. Se você perceber que você tem acidentes quando tosse ou espirra, conte ao seu médico; muitas vezes não prestamos atenção nisso e algo que pode piorar.


EVITE FUMAR.

Porque coloca sua saúde em risco. Embora não haja uma relação direta entre o tabagismo e a incontinência, se isso pode causar mais tosse, pode resultar em mais acidentes.


EVITE CAFEÍNA E HIDRATE-SE.

O primeiro é um diurético, o que significa que pode provocar mais micção. Você pode beber água, cerca de 8 copos de água por dia, para se manter saudável. Frutas e legumes também contêm água e podem ajudá-lo.


LEVE O SEU TEMPO NO BANHEIRO.

Quando evacuar, espere que os músculos relaxem e urine novamente. Isso é chamado de evacuação de casal e ajuda a esvaziar mais a bexiga.


FACILITE SEU ACESSO AO BANHEIRO.

Se você tiver incontinência, tenha certeza de que não existem obstáculos para ir ao banheiro e que o seu caminho até ele seja confortável e eficiente.


MEDICAMENTOS.

Podem piorar sua situação por conta das contraindicações dos mesmos. Se for esse o caso, é muito importante que você converse com o seu médico para encontrar uma alternativa melhor.


PERDER PESO PODE AJUDAR.

Sobrepeso e obesidade têm sido associados a incontinência em alguns estudos.


RETOMA O CONTROLE

image

Retomaocontrole.com não presta serviços médicos ou de assessoria. A informação compartilhada nesta página não deve ser considerada como conselho médico. Fale com seu médico sobre a informação de diagnóstico e de tratamento. Somente seu médico poderá determinar se esta terapia é indicada para você. Os médicos que contribuem com esta página o fazem com sua própia capacidade. As opiniões expressadas são somente deles, e não representam as posturas de Retomaocontrole.com ou Medtronic necessariamente.