Incontinência urinária em homens

As mulheres às vezes têm toda a atenção quando falamos sobre os problemas da bexiga. E, embora seja verdade que a incontinência afeta mais mulheres do que homens, isso não significa que os homens estão livres da condição.

Na verdade, estudos sugerem que até 15% dos homens entre as idades de 15 a 64 anos são afetados pela incontinência. Aqui estão algumas das principais razões pelas quais os homens podem experimentar a condição:

Problema de próstata

De longe, as condições que afetam a próstata representam a maioria dos problemas em homens com incontinência. A próstata alargada (hiperplasia benigna da próstata) pode restringir ou bloquear a uretra, comprometendo a capacidade da bexiga de se esvaziar efetivamente. Isso pode causar urgência e frequência, já que a bexiga ainda indica que precisa ser esvaziada.

Para homens que tiveram cirurgia de remoção de próstata por câncer de próstata, o vazamento de urina é comum durante as primeiras seis semanas após a cirurgia. Depois disso, aproximadamente 20% dos homens podem continuar a ter um problema significativo com vazamento ou incontinência urinária de estresse.

Excesso de peso

O excesso de peso pode colocar pressão extra na bexiga, o que, combinado com a perda de controle muscular, pode levar a vazamentos. Se você está com excesso de peso e experimentando vazamentos na bexiga, experimente perder alguns quilos – mesmo uma pequena quantidade pode fazer uma grande diferença. E sua saúde geral também se beneficiará.

Diabetes (ou outra condição neurológica)

A bexiga neurogênica ocorre quando há falta de controle da bexiga devido a um problema no cérebro, medula espinhal ou nervos. Isso pode ser causado por uma série de condições, como diabetes, doença de Parkinson ou lesão da medula espinhal. As opções de tratamento variam de acordo com seus sintomas, mas eles existem e devem ser vistos.

Obstrução no trato urinário

Novamente, isso é mais frequentemente causado por uma próstata alargada em homens, mas também pode ser devido a coágulos de sangue, tumores, pedras da bexiga ou mesmo cicatrizes da uretra causadas por lesão ou cirurgia. O bloqueio pode fazer com que a urina se acumule, levando a problemas para urinar, escapes e até a vesícula distendida.

Consumo inadequado de alimentos e líquidos

Enquanto o que você come ou bebe não pode causar vazamentos, se você já está propenso a eles, certas coisas que você consome podem piorar seus sintomas. Álcool em excesso, certos medicamentos e cafeína atuam como diuréticos e podem fazer com que você precise usar o banheiro com mais frequência. Outros alimentos, como edulcorantes artificiais e alimentos cítricos podem irritar a bexiga, causando um aumento na necessidade de ir ao banheiro. Isso, combinado com um problema de bexiga existente, pode levar a mais vazamentos.

Encontrando uma solução

Os homens podem ter dificuldade em falar sobre os problemas da bexiga, mesmo para o médico. E as opções de tratamento iniciais, como o uso de absorventes para adultos, podem parecer estranhas e desconfortáveis. Mas você não precisa viver com incontinência, especialmente com tantas opções de tratamento disponíveis para você.

Aprenda mais sobre outros temas aqui no nosso blog, na nossa página do Facebook e no canal do YouTube. E se precisa de ajuda para encontrar um coloproctologista na sua região, preencha o nosso formulário para entrarmos em contato com você: http://retomaocontrole.com/sinta-se-seguro.html.

Fonte: https://www.nafc.org/bhealth-blog/men-here-are-5-reasons-you-may-be-experiencing-bladder-leaks.

Retomaocontrole.com não presta serviços médicos ou de assessoria. A informação compartilhada nesta página não deve ser considerada como conselho médico. Fale com seu médico sobre a informação de diagnóstico e de tratamento. Somente seu médico poderá determinar se esta terapia é indicada para você. Os médicos que contribuem com esta página o fazem com sua própia capacidade. As opiniões expressadas são somente deles, e não representam as posturas de Retomaocontrole.com ou Medtronic necessariamente.

Ligue gratuitamente: (11) 2182-9214
Ligue Gratuitamente
(11) 2182-9214